fbpx
Queimadores de Gordura

Abraça a Praia: Queimadores de Gordura

Com a chegada do verão, muitas pessoas começam a procurar formas de melhorar a forma física para aproveitar ao máximo os dias de praia e de calor com pouca roupa. Para alcançar esses objetivos, é comum recorrer a suplementos que podem ajudar na perda de peso e na definição corporal. Entre os mais populares estão os queimadores de gordura, os diuréticos e os bloqueadores. Neste texto, exploraremos como esses suplementos funcionam, quais os seus benefícios e daremos algumas dicas sobre como os usar de forma segura e eficaz.

O que são os Queimadores de Gordura ?

Os queimadores de gordura são suplementos formulados para aumentar a taxa metabólica, melhorar a oxidação das gorduras e ajudar na perda de peso. Geralmente contêm ingredientes que estimulam o sistema nervoso central, aumentando o gasto calórico.

Ingredientes Comuns

  • Cafeína: Aumenta o metabolismo e promove a lipólise, que é a quebra das células de gordura.
  • Extrato de Chá Verde: Rico em antioxidantes, ajuda a aumentar a termogénese e a oxidação das gorduras.
  • L-Carnitina: Facilita o transporte de ácidos gordos para as mitocondrias, onde são queimados como energia.
  • Capsaicina: Encontrada em pimentas, aumenta a termogénese e ajuda a reduzir a gordura corporal.

Benefícios

  • Aumento do Metabolismo: Os queimadores de gordura aumentam a taxa metabólica, ajudando a queimar mais calorias.
  • Maior Energia: Muitos queimadores contêm estimulantes que podem aumentar os níveis de energia, melhorando o desempenho nos treinos.
  • Redução do Apetite: Alguns ingredientes podem ajudar a controlar o apetite, facilitando a adesão a uma dieta de emagrecimento.

O que são os Diuréticos ?

Os diuréticos são suplementos que ajudam a eliminar o excesso de líquidos do corpo. São usados para reduzir o inchaço e a retenção de líquidos, proporcionando uma aparência mais definida e mais tonificada.

Ingredientes Comuns

  • Extrato de Dente-de-Leão: Um diurético natural que ajuda a aumentar a produção de urina.
  • Uva-ursi: Contém compostos que têm efeitos diuréticos e anti-inflamatórios.
  • Hibisco: Conhecido por suas propriedades diuréticas, também ajuda a regular a pressão arterial.

Benefícios

  • Redução do Inchaço: Ajuda a eliminar o excesso de água, reduzindo a sensação de inchaço.
  • Definição Muscular: A eliminação do excesso de líquidos pode ajudar a mostrar mais definição muscular.
  • Melhoria da Circulação: Pode ajudar a melhorar a circulação, reduzindo o risco de retenção de líquidos.

O que são os Bloqueadores ?

Os bloqueadores são suplementos que impedem a absorção de certos macronutrientes, como gorduras e carboidratos. Eles são usados para reduzir a quantidade de calorias que o corpo absorve dos alimentos.

Ingredientes Comuns

  • Phaseolus vulgaris: Um extrato de feijão branco que atua como bloqueador de carboidratos, inibindo a enzima amilase.
  • Quitosana: Derivado de crustáceos, ajuda a bloquear a absorção de gorduras.
  • Extrato de Chá Verde: Além de ser um queimador de gordura, também pode atuar como um bloqueador de carboidratos.

Benefícios

  • Redução de Calorias Absorvidas: Ajuda a diminuir a quantidade de calorias que o corpo absorve, facilitando a perda de peso.
  • Controle de Açúcar no Sangue: Pode ajudar a manter níveis estáveis de açúcar no sangue ao reduzir a absorção de carboidratos.
  • Auxílio na Perda de Peso: Combinados com uma dieta equilibrada, os bloqueadores podem ser eficazes na promoção da perda de peso.

Dicas para um Uso Seguro e Eficaz

  1. Consultar um Profissional de Saúde: Antes de iniciar qualquer suplemento, é importante consultar um médico ou nutricionista, especialmente se tiver condições de saúde preexistentes.
  2. Seguir as Instruções de Uso: Respeitar as doses recomendadas e as instruções do fabricante é crucial para evitar efeitos colaterais.
  3. Combinar com uma Dieta Equilibrada: Suplementos não substituem uma dieta saudável. Eles devem ser usados como um complemento a uma alimentação equilibrada e a um programa regular de exercícios.
  4. Monitorizar os Efeitos: Observar como o corpo reage aos suplementos e ajustar conforme necessário. Em caso de efeitos adversos, interromper o uso e consultar um profissional de saúde.
  5. Manter a Hidratação: Especialmente ao usar diuréticos, é fundamental manter-se bem hidratado para evitar desidratação.
Selénio e Q10 para Séniores

Porque o Selénio e Q10 são importantes para os Séniores

À medida que envelhecemos, as necessidades nutricionais do nosso corpo mudam, e certos nutrientes tornam-se especialmente importantes para manter a saúde e o bem-estar. Entre esses nutrientes, o selénio e a coenzima Q10 (CoQ10) destacam-se pelos benefícios significativos para a saúde, especialmente a saúde dos séniores. Vamos então explorar por que estes dois nutrientes são cruciais para a população idosa.

O Que é o Selénio?

O selénio é um mineral essencial que desempenha um papel vital em várias funções corporais. É necessário em pequenas quantidades e é obtido principalmente através da dieta. O selénio é encontrado em alimentos como nozes do Brasil, peixes, carne, ovos e grãos.
O selénio é bem conhecido pelo seu papel no apoio ao funcionamento normal da tiroide. Mas porque é que as pessoas mais velhas beneficiam especificamente da suplementação com este nutriente? Os níveis de selénio que foram medidos no sangue dos participantes de um estudo publicado na revista científica BMC Medicine antes do início do mesmo podem dar-nos uma pista. O teor médio de selénio era de 67 microgramas por litro de sangue, o que corresponde a uma ingestão diária de selénio de cerca de 35 microgramas. No entanto, as mulheres precisam de pelo menos 75 microgramas de selénio por dia, enquanto os homens necessitam de 90 microgramas. Os participantes no estudo que tomaram o suplemento de selénio tinham, portanto, uma ingestão de selénio mais elevada do que os do grupo placebo, o que explica a melhoria da sua função tiroideia. A glândula tiroide controla o nosso metabolismo, ou seja, a renovação da energia celular que suporta as diferentes funções do corpo. A nossa qualidade de vida depende muito do bom funcionamento destes processos biológicos, pelo que faz todo o sentido que um bom funcionamento do metabolismo tenha um impacto positivo na qualidade de vida.

Benefícios do Selénio para os Séniores

Antioxidante Poderoso: O selénio é um componente crucial de enzimas antioxidantes, como a glutationa peroxidase, que ajudam a proteger as células contra danos oxidativos. O stress oxidativo é um fator chave no envelhecimento e em várias doenças crónicas, como doenças cardiovasculares e cancro.

Apoio ao Sistema Imunológico: O selénio é essencial para o bom funcionamento do sistema imunológico. Ajuda a estimular a atividade de glóbulos brancos, que combatem infecções. Um sistema imunológico robusto é especialmente importante para séniores, que são mais suscetíveis a infeções.

Saúde da Tiroide: A tiroide precisa de selénio para produzir hormonas que regulam o metabolismo. Uma função tiroideana adequada é vital para a manutenção da energia e do bem-estar geral.

Prevenção de Declínio Cognitivo: Estudos sugerem que o selénio pode ajudar a proteger contra o declínio cognitivo associado ao envelhecimento. A sua função antioxidante pode reduzir o risco de doenças neuro-degenerativas como o Alzheimer.

Coenzima Q10 (CoQ10)

A coenzima Q10, ou CoQ10, é uma substância semelhante a uma vitamina que é encontrada em todas as células do nosso corpo. A CoQ10 desempenha um papel crucial na produção de energia nas mitocôndrias, as “fábricas de energia” das células. Ela também atua como um poderoso antioxidante.

Benefícios da CoQ10 para os Séniores

Produção de Energia: A CoQ10 é essencial para a produção de ATP (adenosina trifosfato), a principal fonte de energia celular. À medida que envelhecemos, os níveis de CoQ10 nas células tendem a diminuir, o que pode levar à fadiga e à redução da capacidade física. Suplementar com CoQ10 pode ajudar a aumentar os níveis de energia.

Saúde Cardiovascular: A CoQ10 é particularmente benéfica para a saúde do coração. Ela ajuda a manter a função cardíaca adequada e pode melhorar os sintomas de insuficiência cardíaca congestiva. Além disso, a CoQ10 pode ajudar a reduzir a pressão arterial e melhorar a circulação sanguínea.

Propriedades Antioxidantes: Como antioxidante, a CoQ10 protege as células contra danos causados por radicais livres, que são moléculas instáveis que podem causar danos celulares. Isso é crucial para prevenir doenças crónicas e retardar o processo de envelhecimento.

Saúde Neurológica: A CoQ10 também é importante para a saúde do cérebro. Estudos indicam que pode ajudar a proteger contra doenças neuro-degenerativas como Parkinson e Alzheimer, ao reduzir o stress oxidativo e melhorar a função mitocondrial nas células cerebrais.

Boas notícias para a função da tiroide e a qualidade de vida

Um estudo recente publicado em Maio foca-se nas hormonas da tiroide dos idosos. A toma diária de 200 microgramas de levedura de selénio (BioActivo Selénio) e 200 miligramas de coenzima Q10 (BioActivo Q10 Forte), durante quatro anos, teve um efeito positivo e mensurável no metabolismo. Além disso, os cientistas observaram vários sinais de melhoria da qualidade de vida nos idosos que tomaram os suplementos.
A investigação foi publicada na revista científica BMC Medicine e baseia-se na análise de amostras de sangue dos 414 participantes no estudo. Metade dos participantes tomou selénio e Q10, em associação, enquanto que a outra metade recebeu placebo correspondente (comprimidos e cápsulas sem substância ativa). Ao comparar as amostras de sangue após quatro anos, os investigadores puderam ver claramente as melhorias significativas obtidas naqueles que tomaram as duas substâncias. 

Selénio e Q10 trabalham em equipa

O Selénio e o Q10 trabalham sinergicamente. O organismo é capaz de sintetizar a coenzima Q10, mas a síntese endógena deste composto diminui com a idade, pelo que os idosos têm substancialmente menos Q10 no sangue do que os indivíduos mais jovens. Por conseguinte, faz todo o sentido que os idosos tomem os dois compostos em associação. Ambos desempenham papéis cruciais na proteção contra danos oxidativos, na manutenção da saúde cardiovascular, no suporte ao sistema imunológico e na produção de energia.
Para garantir uma ingestão adequada desTes nutrientes, é importante consumir uma dieta equilibrada rica em alimentos que contenham Selénio e CoQ10. Em alguns casos, pode ser benéfico considerar a suplementação, especialmente se houver deficiências ou necessidades aumentadas devido ao envelhecimento. No entanto, antes de iniciar qualquer regime de suplementação, é aconselhável consultar um profissional de saúde para garantir a dosagem adequada e evitar interações com outros medicamentos ou condições de saúde.
Concluindo, manter níveis adequados de Selénio e CoQ10 pode contribuir significativamente para um envelhecimento saudável e melhorar a qualidade de vida dos séniores, ajudando-os a manter a vitalidade e uma boa saúde geral.

Antioxidantes mais Potentes

NADH: Um dos Antioxidantes mais Potentes do Mundo

NADH (Nicotinamida Adenina Dinucleotídeo + Hidrogénio) é uma coenzima que desempenha um papel crucial no metabolismo energético das células. Derivado da vitamina B3 (niacina), NADH é essencial para a produção de ATP (adenosina trifosfato), a principal fonte de energia celular. Além disso, NADH é um dos antioxidantes mais potentes conhecidos, protegendo as células contra danos oxidativos e promovendo a saúde geral. Neste texto, vamos explorar o que é NADH, como funciona, os benefícios para a saúde e as aplicações práticas.

O Que é NADH?

NADH é a forma reduzida do NAD+ (Nicotinamida Adenina Dinucleotídeo), uma coenzima encontrada em todas as células vivas. Esta molécula é vital para várias reações bioquímicas, incluindo a respiração celular, onde ajuda a converter nutrientes em energia utilizável. O NADH atua como um transportador de elétrons, facilitando a transferência de energia nas mitocôndrias, as “usinas de energia” das células.

Como Funciona o NADH?

O NADH funciona como um agente redutor, doando elétrons em reações químicas. Este processo é fundamental para a produção de ATP. Aqui está um resumo de como o NADH opera:

  1. Glicólise e Ciclo de Krebs: Durante a glicólise, a glicose é quebrada para produzir piruvato, que entra no ciclo de Krebs. Ao longo dessas etapas, NAD+ é convertido em NADH.
  2. Cadeia de Transporte de Elétrons: O NADH transporta elétrons para a cadeia de transporte de elétrons nas mitocôndrias, onde a energia dos elétrons é usada para produzir ATP.
  3. Produção de ATP: Cada molécula de NADH pode gerar aproximadamente 2,5 moléculas de ATP, fornecendo energia essencial para diversas funções celulares.

Benefícios do NADH para a Saúde

1. Aumento da Energia:

  • Como uma coenzima essencial na produção de ATP, o NADH aumenta a disponibilidade de energia nas células, melhorando a vitalidade e a resistência física.

2. Melhoria da Função Cognitiva:

  • Estudos sugerem que o NADH pode melhorar a função cerebral, incluindo a memória, a concentração e a clareza mental. Isto é particularmente benéfico para pessoas com doenças neuro-degenerativas, como Alzheimer e Parkinson.

3. Propriedades Antioxidantes:

  • O NADH ajuda a neutralizar os radicais livres, moléculas instáveis que causam danos celulares e contribuem para o envelhecimento e diversas doenças crónicas. Como antioxidante, o NADH protege as células contra o stress oxidativo.

4. Melhoria da Saúde Cardiovascular:

  • O NADH pode ajudar a melhorar a função cardiovascular ao aumentar a eficiência energética das células do coração e dos vasos sanguíneos.

5. Reforço do Sistema Imunológico:

  • A produção adequada de energia é crucial para o funcionamento do sistema imunológico. O NADH apoia a função imunológica, ajudando o corpo a combater infecções e doenças.

6. Alívio da Fadiga Crónica:

  • Pessoas com síndrome de fadiga crónica podem se beneficiar do NADH, pois ele aumenta a produção de energia celular, reduzindo a sensação de cansaço e aumentando a energia global.

Aplicações Práticas do NADH

1. Suplementos Nutricionais:

  • NADH está disponível como suplemento alimentar, frequentemente em forma de comprimidos ou cápsulas. A suplementação pode ser especialmente útil para atletas, idosos e pessoas com condições de saúde que afetam a produção de energia.

2. Tratamento de Doenças Neuro-degenerativas:

  • Pesquisas estão a explorar o uso de NADH no tratamento de doenças como Alzheimer e Parkinson, devido ao seu potencial para melhorar a função cognitiva e reduzir a neuro-degeneração.

3. Desempenho Atlético:

  • Atletas podem usar NADH para melhorar a resistência e acelerar a recuperação pós-treino, devido ao seu papel na produção de energia e redução do stress oxidativo.

4. Envelhecimento Saudável:

  • O NADH é considerado um agente anti-envelhecimento, ajudando a manter a saúde celular e a prevenir danos oxidativos que contribuem para o envelhecimento precoce.

Conclusão

O NADH é uma coenzima vital que desempenha um papel central na produção de energia celular e na proteção contra o stress oxidativo. Seus benefícios abrangem desde o aumento da energia e melhora da função cognitiva até a proteção cardiovascular e reforço do sistema imunológico. Disponível como suplemento, o NADH oferece uma abordagem natural para melhorar a saúde e o bem-estar geral, especialmente para aqueles que buscam aumentar a energia, melhorar a função cerebral e combater o envelhecimento. Como sempre, é importante consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer regime de suplementação.

Benefícios do Ashwagandha

Ashwagandha: O Que É Benefícios para a Saúde

Ashwagandha (Withania somnifera), também conhecida como ginseng indiano ou cereja de inverno, é uma planta adaptogénica amplamente utilizada na medicina ayurvédica há milhares de anos. Esta erva é valorizada pelas propriedades medicinais, que ajudam a promover a saúde física e mental, aumentando também a resistência do corpo ao stress.

Composição e Propriedades

A Ashwagandha contém vários compostos bioativos que contribuem para efeitos terapêuticos, incluindo:

  • Withanolides: Compostos esteroidais que possuem propriedades anti-inflamatórias e anti-tumorais.
  • Alcaloides: Compostos que ajudam a reduzir a dor e a inflamação.
  • Saponinas: Compostos que têm propriedades anti-oxidantes e imuno-moduladoras.

Benefícios para a Saúde

1. Redução do Stress e Ansiedade:

  • A Ashwagandha é conhecida pelas propriedades adaptogénicas, que ajudam o corpo a lidar com o stress. Estudos mostraram que pode reduzir significativamente os níveis de cortisol, a hormona do stress, ajudando a aliviar a ansiedade e a promover uma sensação de calma.

2. Melhoria da Saúde Mental:

  • Além de reduzir o stress, a ashwagandha pode melhorar a função cognitiva e a memória. Alguns estudos sugerem que pode aumentar a atenção, a capacidade de resposta e o desempenho nas tarefas cognitivas.

3. Fortalecimento do Sistema Imunológico:

  • As propriedades imuno-moduladoras da ashwagandha ajudam a fortalecer o sistema imunológico, tornando o corpo mais resistente a infecções e doenças.

4. Aumento da Energia e Resistência:

  • A ashwagandha pode aumentar os níveis de energia e melhorar a resistência física. É frequentemente usada por atletas para melhorar o desempenho e a recuperação muscular.

5. Regulação dos Níveis de Açúcar no Sangue:

  • Alguns estudos indicam que a ashwagandha pode ajudar a reduzir os níveis de açúcar no sangue em pessoas com diabetes tipo 2, melhorando a sensibilidade à insulina.

6. Propriedades Anti-inflamatórias:

  • Devido aos seus compostos anti-inflamatórios, a ashwagandha pode ajudar a reduzir a inflamação no corpo, sendo útil no tratamento de condições inflamatórias crónicas, como artrite.

7. Saúde do Coração:

  • A ashwagandha pode melhorar a saúde cardiovascular ao reduzir os níveis de colesterol LDL (ruim) e triglicerídeos, enquanto aumenta os níveis de colesterol HDL (bom).

Usos Comuns

A Ashwagandha está disponível em várias formas, incluindo cápsulas, pós, chás e extratos líquidos. A dosagem pode variar dependendo da forma do suplemento e do objetivo do tratamento:

  • Cápsulas e Comprimidos: Uma forma conveniente e doseada de tomar ashwagandha.
  • Pó: Pode ser adicionado a smoothies, iogurtes ou chás.
  • Extratos Líquidos: Oferecem uma forma concentrada de ashwagandha e podem ser adicionados a bebidas.

Precauções e Considerações

Embora a ashwagandha seja geralmente segura para a maioria das pessoas, há algumas precauções a serem consideradas:

  • Gravidez e Amamentação: Mulheres grávidas ou amamentando devem evitar o uso de ashwagandha devido à falta de estudos conclusivos sobre sua segurança nessas condições.
  • Doenças Autoimunes: Pessoas com doenças autoimunes, como artrite reumatoide, lúpus ou esclerose múltipla, devem consultar um médico antes de usar ashwagandha, pois ela pode estimular o sistema imunológico.
  • Interações Medicamentosas: Ashwagandha pode interagir com medicamentos sedativos, imunossupressores e hormonas tireoidianas. É importante consultar um profissional de saúde antes de iniciar o uso de ashwagandha.

Conclusão

Ashwagandha é uma erva adaptogénica poderosa com uma ampla gama de benefícios para a saúde física e mental. As suas propriedades anti-stress, anti-inflamatórias e imuno-moduladoras fazem dela um suplemento valioso para muitas pessoas. No entanto, é essencial usar ashwagandha com cautela e sob a orientação de um profissional de saúde para garantir segurança e eficácia.

Benefícios do Dong Quai

Dong Quai: O Que É e os Benefícios para a Saúde

Dong Quai (Angelica sinensis), também conhecido como ginseng feminino, é uma planta perene nativa da China, Japão e Coreia, amplamente utilizada na medicina tradicional chinesa há mais de dois mil anos. Esta erva é especialmente conhecida pelo uso no tratamento de problemas femininos, como sintomas da menopausa e distúrbios menstruais, mas os seus benefícios vão bastante além da saúde reprodutiva.

Composição e Propriedades

O Dong Quai contém uma variedade de compostos bioativos, incluindo:

  • Fitoestrogénios: Compostos que podem atuar como estrogénios fracos no corpo, ajudando a equilibrar as hormonas femininos.
  • Ácido Ferúlico: Um antioxidante que ajuda a combater os radicais livres e protege as células do corpo.
  • Polissacarídeos: Compostos que podem melhorar a função imunológica.

Benefícios para a Saúde

1. Saúde Feminina

  • Regulação Menstrual: O Dong Quai é tradicionalmente usado para regular o ciclo menstrual e aliviar sintomas como cólicas menstruais, menstruação irregular e síndrome pré-menstrual (TPM).
  • Alívio da Menopausa: Muitas mulheres usam Dong Quai para aliviar os sintomas da menopausa, como as conhecidas ondas de calor e a secura vaginal, devido aos seus efeitos semelhantes aos estrogénios (hormonas de substituição).

2. Saúde Cardiovascular

  • Circulação Sanguínea: O Dong Quai pode ajudar a melhorar a circulação sanguínea, devido às suas propriedades vasodilatadoras, que promovem o fluxo de sangue mais eficiente e reduzem a pressão arterial.
  • Saúde do Coração: Os antioxidantes presentes no Dong Quai, como o ácido ferúlico, ajudam a proteger o coração contra danos oxidativos.

3. Propriedades Anti-inflamatórias

  • O Dong Quai tem propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar a reduzir a inflamação no corpo. Isto pode ser benéfico para condições como a artrite e outras doenças inflamatórias crónicas.

4. Sistema Imunológico

  • Os polissacarídeos presentes no Dong Quai podem fortalecer o sistema imunológico, ajudando o corpo a combater infecções e doenças.

5. Saúde da Pele

  • Graças às suas propriedades antioxidantes, o Dong Quai pode ajudar a proteger a pele contra danos causados pelos radicais livres e pode promover a cicatrização de feridas.
Benefícios do Dong Quai

Usos Comuns

O Dong Quai está disponível em várias formas, incluindo cápsulas, extratos líquidos, pós e chás. A dosagem pode variar dependendo da forma do suplemento e da condição a ser tratada. Aqui estão algumas das formas mais comuns de uso:

  • Cápsulas e Comprimidos: Uma forma muito conveniente de tomar Dong Quai. Encontras na Shaker esta opção aqui.
  • Chás: Pode ser preparado como um chá, muitas vezes combinado com outras ervas.
  • Extratos Líquidos: Oferecem uma forma concentrada de Dong Quai e podem ser adicionados a bebidas.

Precauções e Considerações

Embora Dong Quai seja geralmente seguro para a maioria das pessoas quando usado de acordo com as instruções, há algumas precauções a serem consideradas:

  • Gravidez e Amamentação: Mulheres grávidas ou amamentando devem evitar o uso de Dong Quai devido à falta de estudos conclusivos sobre sua segurança nessas condições.
  • Distúrbios Hemorrágicos: O Dong Quai pode aumentar o risco de sangramento, especialmente em pessoas com distúrbios hemorrágicos ou que tomam medicamentos anticoagulantes.
  • Interações Medicamentosas: Pode interagir com medicamentos, como anticoagulantes e estrogénios. É importante consultar um profissional de saúde antes de iniciar o uso de Dong Quai.

Conclusão

O Dong Quai é uma erva tradicional com uma longa história de uso na medicina oriental, especialmente para tratar problemas de saúde feminina. Os benefícios potenciais incluem a regulação do ciclo menstrual, alívio dos sintomas da menopausa, melhoria da saúde cardiovascular, propriedades anti-inflamatórias e fortalecimento do sistema imunológico. No entanto, como com qualquer suplemento, é importante usá-lo com cautela e sob a orientação de um profissional de saúde para garantir total segurança e eficácia.

Suplementos Mulheres mais 50

Suplementos para Mulheres com mais de 50 anos

 

Com o avançar da idade, as necessidades nutricionais das mulheres mudam, especialmente após os 50 anos, quando ocorrem mudanças significativas devido à menopausa e ao envelhecimento natural. Diversos especialistas recomendam suplementos específicos para ajudar a manter a saúde e a vitalidade durante essa fase da vida. Abaixo, apresentamos alguns dos suplementos mais sugeridos para mulheres com mais de 50 anos e as suas respectivas importâncias.

1. Cálcio e Vitamina D

Importância:

  • Cálcio: Essencial para a saúde óssea. Com a menopausa, há uma queda nos níveis de estrogênio, o que pode levar à perda de densidade óssea e aumentar o risco de osteoporose.
  • Vitamina D: Ajuda na absorção de cálcio e contribui para a saúde óssea e imunológica. A deficiência de vitamina D é comum em pessoas mais velhas, especialmente aquelas que passam menos tempo ao ar livre.

Recomendações:

  • Tomar suplementos de cálcio (geralmente 1000-1200 mg por dia) e vitamina D (800-1000 IU por dia) pode ajudar a manter a saúde óssea.

2. Vitamina B12

Importância:
  • A vitamina B12 é crucial para a produção de glóbulos vermelhos, função neurológica e síntese de DNA. A absorção de vitamina B12 diminui com a idade, o que pode levar à deficiência e causar anemia e problemas neurológicos.
Recomendações:
  • Suplementação de vitamina B12 é frequentemente recomendada para mulheres acima de 50 anos, especialmente aquelas com sintomas de deficiência, como fadiga e fraqueza.

3. Ómega-3

Importância:
  • Os ácidos gordos ómega-3 encontrados no óleo de peixe, são benéficos para a saúde cardiovascular, função cerebral e inflamação. Eles também podem ajudar a aliviar sintomas da menopausa, como secura vaginal e alterações de humor.
Recomendações:
  • Suplementos de óleo de peixe, contendo EPA e DHA, são recomendados para melhorar a saúde do coração e do cérebro. A dosagem típica é de 1000 mg de óleo de peixe por dia.

4. Magnésio

Importância:
  • O magnésio é essencial para muitas funções corporais, incluindo a saúde óssea, função muscular, e controle da glicose no sangue. Ele também pode ajudar a aliviar sintomas da menopausa, como insónia e irritabilidade.
Recomendações: A suplementação de magnésio (300-400 mg por dia) pode ajudar a preencher lacunas nutricionais e melhorar a saúde geral.

5. Vitamina E

Importância:
  • A vitamina E tem propriedades antioxidantes que ajudam a combater os radicais livres, promovendo a saúde da pele e reduzindo o risco de doenças crónicas.
Recomendações:
  • Tomar suplementos de vitamina E (15 mg por dia) pode ajudar a proteger as células e manter a saúde da pele.

6. Probióticos

Importância:
  • Os probióticos promovem a saúde digestiva e imunológica, ajudando a manter um equilíbrio saudável de bactérias no intestino. Eles podem ser especialmente úteis para mulheres mais velhas, que podem enfrentar problemas digestivos.
Recomendações:
  • Suplementos probióticos contendo cepas como Lactobacillus e Bifidobacterium são recomendados para melhorar a saúde digestiva.
Suplementos Mulheres mais 50

7. Coenzima Q10 (CoQ10)

Importância:

  • A CoQ10 é um antioxidante que ajuda na produção de energia celular e é importante para a saúde do coração. Os níveis de CoQ10 tendem a diminuir com a idade.

Recomendações:

  • Suplementação de CoQ10 (100-200 mg por dia) pode ajudar a melhorar a saúde cardiovascular e aumentar os níveis de energia.

8. Colagéneo

Importância:

  • O colagéneo é uma proteína que dá estrutura à pele, cabelo, unhas e articulações. Com a idade, a produção de colagéneo diminui, o que pode levar à pele mais fina, rugas e problemas articulares.

Recomendações:

  • Suplementos de colagéneo (10-15 g por dia) podem ajudar a melhorar a saúde da pele e das articulações.

9. Fitoestrogéneos

Importância:

  • Fitoestrogéneos são compostos vegetais que podem mimetizar o estrogénio no corpo. Eles podem ajudar a aliviar os sintomas da menopausa, como ondas de calor e secura vaginal.

Recomendações:

  • Suplementos de fitoestrogéneos, como aqueles encontrados em isoflavonas de soja e trevo vermelho, podem ser úteis para mulheres na menopausa.

Conclusão

Os suplementos podem ser uma ferramenta valiosa para ajudar mulheres com mais de 50 anos a manterem a saúde e o bem-estar. No entanto, é importante lembrar que os suplementos não substituem uma dieta equilibrada e um estilo de vida saudável. Antes de iniciar qualquer regime de suplementação, é crucial consultar um profissional de saúde para garantir que os suplementos sejam apropriados para as suas necessidades individuais e não interfiram com outros medicamentos ou condições de saúde.

Reconhecer a Disfunção Sexual

Reconhecer a Disfunção Sexual

A disfunção sexual é um problema que afeta a capacidade das pessoas de ter ou de desfrutar de relações sexuais. Pode ocorrer em qualquer fase do ciclo de resposta sexual e pode impedir que uma pessoa ou casal sinta satisfação durante a atividade sexual. As disfunções sexuais podem ser causadas por uma variedade de fatores físicos, psicológicos ou uma combinação de ambos.

Tipos de Disfunção Sexual

As disfunções sexuais geralmente são classificadas em quatro categorias principais:

  1. Desejo Sexual Hipoativo:

    • Definição: Diminuição ou ausência de desejo sexual.
    • Causas: Pode ser causada por fatores hormonais, como baixos níveis de testosterona; problemas psicológicos, como depressão e ansiedade; ou fatores de relacionamento, como conflitos conjugais.
  2. Transtornos de Excitação Sexual:

    • Definição: Incapacidade de se excitar sexualmente ou de manter a excitação durante a atividade sexual.
    • Causas: Podem incluir problemas físicos, como fluxo sanguíneo insuficiente para os órgãos genitais, ou fatores psicológicos, como estresse e problemas de imagem corporal.
  3. Transtornos de Orgasmo:

    • Definição: Dificuldade em atingir o orgasmo ou orgasmo retardado.
    • Causas: Podem ser causadas por fatores físicos, como certos medicamentos e condições médicas, ou fatores psicológicos, como ansiedade e culpa.
  4. Transtornos de Dor Sexual:

    • Definição: Dor durante a atividade sexual, também conhecida como dispareunia, ou vaginismo, que é a contração involuntária dos músculos vaginais.
    • Causas: Podem incluir condições médicas, como infecções ou problemas anatômicos, ou fatores psicológicos, como trauma sexual passado.

Causas da Disfunção Sexual

Fatores Físicos:

  • Condições Médicas: Doenças crônicas como diabetes, hipertensão, doenças cardíacas e problemas neurológicos.
  • Medicações: Certos medicamentos, incluindo antidepressivos, antihipertensivos e medicamentos para a próstata.
  • Hormônios: Desequilíbrios hormonais, como baixos níveis de estrogênio ou testosterona.
  • Estilo de Vida: Abuso de álcool, uso de drogas, tabagismo e obesidade.

Fatores Psicológicos:

  • Estresse e Ansiedade: Problemas de trabalho, preocupações financeiras e conflitos de relacionamento.
  • Depressão: Pode diminuir o interesse e o prazer nas atividades sexuais.
  • Trauma Sexual: Experiências passadas de abuso ou trauma podem afetar negativamente a função sexual.
  • Problemas de Relacionamento: Conflitos, falta de comunicação e insatisfação no relacionamento.

Tratamento da Disfunção Sexual

O tratamento da disfunção sexual depende da causa subjacente e pode envolver uma abordagem multifacetada. As opções de tratamento incluem:

1. Terapia Medicamentosa:

  • Para Homens:
    • Inibidores da fosfodiesterase tipo 5 (PDE5) como o sildenafil (Viagra), tadalafil (Cialis) e vardenafil (Levitra) são comumente usados para tratar a disfunção erétil.
  • Para Mulheres:
    • Terapias hormonais, como estrogênio vaginal, podem ser usadas para aliviar a dor durante a relação sexual.

2. Terapia Hormonal:

  • Pode ser usada para corrigir desequilíbrios hormonais que afetam o desejo e a função sexual, tanto em homens quanto em mulheres.

3. Terapia Psicológica:

  • Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC): Pode ajudar a tratar problemas psicológicos, como ansiedade, depressão e traumas passados.
  • Terapia de Casal: Pode melhorar a comunicação e resolver conflitos de relacionamento.

4. Mudanças no Estilo de Vida:

  • Dieta e Exercício: Melhorar a dieta e aumentar a atividade física podem melhorar a função sexual.
  • Redução do Estresse: Técnicas de redução do estresse, como meditação, yoga e exercícios de respiração, podem ser benéficas.

5. Dispositivos e Intervenções Físicas:

  • Para Homens: Dispositivos de vácuo, injeções penianas e, em casos graves, implantes penianos.
  • Para Mulheres: Dispositivos de dilatação vaginal podem ser usados no tratamento de vaginismo.

Considerações Finais

A riboflavina é uma vitamina essencial com várias funções críticas no corpo humano, desde a produção de energia até a manutenção da saúde ocular e nervosa. Garantir uma ingestão adequada de riboflavina através de uma dieta equilibrada é fundamental para a saúde e o bem-estar geral. Em casos de deficiência ou necessidades aumentadas, suplementos de riboflavina podem ser recomendados sob orientação.

Considerações Finais

A disfunção sexual é um problema comum que pode afetar a qualidade de vida e o bem-estar emocional. É importante que as pessoas que experimentam dificuldades sexuais procurem ajuda médica e psicológica, pois muitas vezes os problemas podem ser tratados com sucesso. A abordagem de tratamento deve ser individualizada, considerando as causas específicas e as necessidades do paciente. Uma comunicação aberta com o parceiro e o profissional de saúde é essencial para encontrar a solução mais eficaz.

A importância da vitamina G

Qual a Importância da Vitamina G?

A vitamina G é um termo histórico que se refere ao complexo de vitaminas B2 (riboflavina). Atualmente, a nomenclatura de “vitamina G” não é usada, e esta vitamina é conhecida como riboflavina. Vamos então explorar o que é a riboflavina e qual a sua importância para a saúde.

O que é a Riboflavina?

A riboflavina é uma vitamina do complexo B, essencial para várias funções biológicas no corpo humano. Como outras vitaminas do complexo B, a riboflavina é solúvel em água e deve ser obtida através da dieta, pois o corpo não a pode armazenar em grandes quantidades.

Importância da Riboflavina

Produção de Energia: A riboflavina desempenha um papel crucial no metabolismo energético. É um componente das coenzimas flavina mononucleotídeo (FMN) e flavina adenina dinucleotídeo (FAD), que são essenciais para a produção de energia nas mitocôndrias das células. Estas coenzimas estão envolvidas na oxidação de carboidratos, gorduras e proteínas, ajudando a converter os alimentos que consumimos em energia utilizável.

Crescimento e Desenvolvimento: A riboflavina é essencial para um crescimento e desenvolvimento normal, especialmente em crianças e adolescentes, ajudando na formação e reparação de tecidos, incluindo a pele, o cabelo e as unhas.

Saúde Ocular: A riboflavina é importante para a saúde dos olhos, ajudando a prevenir cataratas e outras doenças oculares, protegendo as células oculares dos danos oxidativos.

Função Nervosa: A riboflavina é necessária para o funcionamento adequado do sistema nervoso, auxiliando na produção de neurotransmissores, que são essenciais para a comunicação entre as células nervosas.

Metabolismo de Outras Vitaminas: A riboflavina é importante para o metabolismo de outras vitaminas do complexo B, como a vitamina B6 (piridoxina) e a vitamina B3 (niacina). Ela ajuda a converter essas vitaminas nas suas formas ativas, necessárias para várias funções bioquímicas no corpo.

Ação Antioxidante: A riboflavina tem propriedades antioxidantes que ajudam a proteger as células contra danos causados pelos radicais livres. Isso contribui para a saúde geral e pode ajudar a prevenir doenças crónicas.

Fontes de Riboflavina

A riboflavina pode ser encontrada numa variedade de alimentos, incluindo:

  • Produtos Lácteos: Leite, queijo e iogurte.
  • Carnes: Fígado, carne magra e peixe.
  • Vegetais de Folhas Verdes: Espinafre, brócolos e aspargos.
  • Grãos Integrais e Fortificados: Cereais integrais e alimentos enriquecidos com vitaminas do complexo B.
  • Ovos: Especialmente a gema.

Deficiência de Riboflavina

A deficiência de riboflavina, embora rara, pode ocorrer e levar a uma série de sintomas, incluindo:

  • Fissuras nos cantos da boca (queilite angular)
  • Inflamação e dor na língua (glossite)
  • Dermatite seborreica
  • Anemia
  • Fadiga e fraqueza

Pessoas com dietas restritivas, alcoolismo ou certas condições médicas podem estar em maior risco de deficiência de riboflavina e podem beneficiar de suplementos.

Considerações Finais

A riboflavina é uma vitamina essencial com várias funções críticas no corpo humano, desde a produção de energia até a manutenção da saúde ocular e nervosa. Garantir uma ingestão adequada de riboflavina através de uma dieta equilibrada é fundamental para a saúde e o bem-estar geral. Em casos de deficiência ou necessidades aumentadas, suplementos de riboflavina podem ser recomendados sob orientação.

Conclusão

Em resumo, a vitamina E desempenha uma variedade de papéis importantes no corpo humano, desde a sua poderosa ação antioxidante até à contribuição para a saúde cardiovascular, pele, sistema imunológico e saúde dos olhos. É importante garantir uma ingestão adequada de vitamina E através de uma dieta equilibrada, rica em alimentos fontes de vitamina E, como nozes, sementes, óleos vegetais, folhas verdes escuras e grãos integrais. Em alguns casos, suplementos de vitamina E podem ser recomendados para responder às necessidades individuais, especialmente em pessoas com deficiência ou risco aumentado de doenças relacionadas com a vitamina E. 

A importância da vitamina F

Qual a Importância da Vitamina F?

A vitamina F é um termo que se refere a um grupo de ácidos gordos essenciais, principalmente o ácido linoleico (LA) e o ácido alfa-linolênico (ALA). Estes ácidos gordos não são produzidos pelo corpo humano em quantidades suficientes, o que significa que devem ser obtidos através da dieta ou suplementação. Vamos explorar o que é a vitamina F e qual a sua importância para a nossa saúde.

O que é a Vitamina F?

  • Ácido Linoleico (LA): É um ácido gordo Ómega-6 encontrado em óleos vegetais, nozes e sementes.
  • Ácido Alfa-Linolênico (ALA): É um ácido gordo Ómega-3 encontrado em sementes de linhaça, chia, nozes e alguns óleos vegetais.

Embora o termo “vitamina F” não seja amplamente usado atualmente, ele refere-se a esses ácidos gordos essenciais devido à sua importância para várias funções biológicas.

Importância da Vitamina F

1. Saúde Cardiovascular

  • Ácidos Gordos Ómega-3: O ALA, um ácido gordo ómega-3, é convertido em pequenas quantidades no corpo em EPA (ácido eicosapentaenoico) e DHA (ácido docosahexaenoico), que são conhecidos pelos benefícios na saúde cardiovascular. Eles ajudam a reduzir os níveis de triglicérides no sangue, diminuir a pressão arterial e prevenir a formação de coágulos sanguíneos.
  • Ácidos Graxos Ômega-6: O LA, um ácido graxo ômega-6, também é importante para a saúde cardiovascular. Ajuda a manter a integridade das membranas celulares e a regular a inflamação.

2. Função Cerebral

  • Os ácidos gordos essenciais são componentes importantes das membranas celulares no cérebro. Eles desempenham um papel crucial no desenvolvimento e funcionamento do sistema nervoso, influenciando a sinalização neuronal e a saúde mental.

3. Saúde da Pele

  • A vitamina F é fundamental para a saúde da pele. Os ácidos gordos essenciais ajudam a manter a barreira da pele, mantendo-a hidratada e protegida contra inflamações e irritações. A deficiência de ácidos gordos essenciais pode levar a problemas de pele como dermatite, ressecamento e inflamação.

4. Crescimento e Desenvolvimento

  • Durante a infância e a adolescência, os ácidos gordos essenciais são necessários para o crescimento e desenvolvimento normais. Eles desempenham um papel na formação de células e tecidos, incluindo os tecidos do sistema nervoso.

5. Regulação da Inflamação

  • Os ácidos gordos ómega-3 e ómega-6 têm funções opostas na regulação da inflamação. Enquanto os ácidos gordos ómega-6 tendem a promover a inflamação (o que é necessário para a resposta imunológica), os ácidos gordos ómega-3 ajudam a reduzir a inflamação. Um equilíbrio adequado entre esses dois tipos de ácidos gordos é essencial para a saúde.

Fontes de Vitamina F

Para garantir a ingestão adequada de vitamina F, é importante incluir fontes de ácidos gordos essenciais na dieta.

  • Fontes de Ácido Linoleico (Ómega-6):

    • Óleos vegetais (como óleo de girassol, óleo de milho e óleo de soja)
    • Nozes
    • Sementes (como sementes de girassol e abóbora)
  • Fontes de Ácido Alfa-Linolênico (Ómega-3):

    • Sementes de linhaça e óleo de linhaça
    • Sementes de chia
    • Nozes
    • Óleo de canola
    • Óleo de soja

Considerações Finais

Embora a “vitamina F” não seja um termo comum na nomenclatura moderna de nutrientes, os ácidos gordos essenciais que ela representa são vitais para a saúde. Manter uma dieta equilibrada que inclua boas fontes de ómega-3 e ómega-6 é crucial para apoiar a saúde cardiovascular, a função cerebral, a saúde da pele e o crescimento e desenvolvimento geral. Se necessário, suplementos de ómega-3 e ómega-6 podem ser considerados para garantir a ingestão adequada desses importantes nutrientes.

Conclusão

Em resumo, a vitamina E desempenha uma variedade de papéis importantes no corpo humano, desde a sua poderosa ação antioxidante até à contribuição para a saúde cardiovascular, pele, sistema imunológico e saúde dos olhos. É importante garantir uma ingestão adequada de vitamina E através de uma dieta equilibrada, rica em alimentos fontes de vitamina E, como nozes, sementes, óleos vegetais, folhas verdes escuras e grãos integrais. Em alguns casos, suplementos de vitamina E podem ser recomendados para responder às necessidades individuais, especialmente em pessoas com deficiência ou risco aumentado de doenças relacionadas com a vitamina E. 

O que é a Creatina

O que é e para que serve a Creatina

A creatina é um composto natural encontrado principalmente nos músculos e no cérebro dos humanos e de outros vertebrados. É formada a partir dos aminoácidos arginina, glicina e metionina. A creatina é consumida na dieta através de alimentos como carne vermelha e peixe, e também pode ser produzida pelo corpo humano. Além disso, está disponível como suplemento alimentar. É uma substância que fornece energia aos músculos, melhorando o desempenho físico, aumentando a massa muscular e prevenindo doenças crónicas.

A creatina é produzida pelos rins, pâncreas e fígado, mas também está presente em alimentos como peixe, carne, frango, leite e derivados. Além disso, a creatina também pode ser encontrada, em maiores concentrações, na forma de suplementos em cápsula ou em pó, que podem ser ingeridos antes ou depois dos treinos.

Ao ingerir a creatina, é indicado também comer alimentos ou suplementos fontes de proteínas, como tofu, ovo e whey protein, e carboidratos, como banana, melancia ou maltodextrina, por exemplo. Isto porque esses nutrientes melhoram a absorção e o uso da creatina pelos músculos.

O que é a Creatina

O que é então a Creatina?

A creatina é uma substância que desempenha um papel vital na produção de energia nas células musculares. Cerca de 95% da creatina do nosso corpo é armazenada nos músculos, sob a forma de fosfocreatina, enquanto os 5% restantes estão distribuídos pelo cérebro, fígado e rins.

Para que Serve a Creatina?

A creatina tem várias funções e benefícios, especialmente em relação ao desempenho atlético, à saúde muscular e ao funcionamento cerebral, das quais destacamos as seguinte:

Aumento de Energia Rápida

A principal função da creatina é ajudar na regeneração do trifosfato de adenosina (ATP), a principal fonte de energia celular. Durante exercícios de alta intensidade e curta duração, como levantamento de peso e sprints, o ATP é rapidamente decomposto para produzir energia. A creatina ajuda a regenerar o ATP mais rapidamente, permitindo que os músculos mantenham um desempenho máximo por mais tempo.

Aumento de Massa Muscular

A suplementação com creatina pode levar a um aumento na massa muscular. Isso deve-se, em parte, ao aumento do conteúdo de água nas células musculares (volumização celular), além de estimular a síntese de proteínas e reduzir a degradação muscular.

Melhora o Desempenho Atlético

A creatina é conhecida por melhorar o desempenho em atividades físicas que envolvem esforços curtos e explosivos, como sprints, saltos, e levantamento de peso. Ela pode aumentar a força, a potência e a resistência muscular.

Recuperação Muscular

A creatina pode ajudar na recuperação pós-exercício, reduzindo a dor muscular e a inflamação. Isso permite que os atletas treinem com mais frequência e intensidade.

Função Cognitiva

Há evidências de que a creatina também pode beneficiar a função cognitiva, especialmente em tarefas que exigem raciocínio rápido e memória de curto prazo. Estudos indicam que a creatina pode melhorar a capacidade cognitiva em indivíduos com deficiência de creatina ou sob estresse cognitivo.

Saúde em Geral

Além dos benefícios para o desempenho atlético, a creatina tem sido estudada pelos potenciais benefícios para a saúde geral, incluindo a proteção contra doenças neurodegenerativas, como Parkinson e Huntington, e a melhoria da saúde óssea.

Considerações sobre a Suplementação com Creatina

  • Dosagem: A dosagem padrão de creatina é de cerca de 3-5 gramas por dia. Algumas pessoas podem iniciar com uma “fase de carga” de 20 gramas por dia (divididas em 4 doses) durante os primeiros 5-7 dias, seguida pela dosagem de manutenção de 3-5 gramas por dia.

  • Efeitos Colaterais: A creatina é considerada segura para a maioria das pessoas quando usada conforme as diretrizes recomendadas. Alguns possíveis efeitos colaterais incluem desconforto gastrointestinal, cãibras musculares e retenção de água. Beber bastante água pode ajudar a minimizar esses efeitos.

  • Populações Especiais: Embora a creatina seja segura para a maioria, indivíduos com problemas renais devem consultar um médico antes de iniciar a suplementação. A creatina também pode ser benéfica para idosos, pois pode ajudar a prevenir a perda de massa muscular associada ao envelhecimento.

Pode encontrar várias opções de creatina na SHAKER.

Em resumo, a creatina é um suplemento eficaz e amplamente estudado que pode beneficiar tanto atletas quanto não atletas. Melhora a produção de energia, aumenta a massa muscular, melhora o desempenho atlético e oferece potenciais benefícios cognitivos e de saúde geral.

A importância da vitamina E

Qual a Importância da Vitamina E?

A vitamina E é um nutriente lipossolúvel que desempenha um papel crucial no corpo humano como antioxidante e em outras funções importantes.
Esse tipo de vitamina é absorvida no organismo como se fosse uma gordura, sendo armazenada no fígado e no tecido adiposo para ser utilizada quando há necessidade.
Neste artigo, vamos explorar mais sobre o que é a vitamina E e sua importância para a saúde.

Antioxidante Potente: A vitamina E é conhecida pela sua poderosa ação antioxidante, o que significa que ela ajuda a proteger as células do corpo contra danos causados pelos radicais livres. Esses radicais livres são moléculas instáveis que podem danificar as células, contribuindo para o envelhecimento precoce, doenças crónicas e cancro. A vitamina E neutraliza esses radicais livres, ajudando a manter as células saudáveis e a funcionar corretamente.

Saúde Cardiovascular: A vitamina E desempenha um papel importante na saúde cardiovascular, ajudando a proteger contra doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais. Ela pode ajudar a prevenir a oxidação do colesterol LDL (“mau” colesterol), o que reduz o risco de acumulação de placas nas artérias e o desenvolvimento de aterosclerose. Além disso, a vitamina E pode ajudar a melhorar a função dos vasos sanguíneos, reduzindo a inflamação e promovendo a saúde do sistema circulatório.

Saúde da Pele: A vitamina E é frequentemente usada em produtos de cuidados com a pele devido às suas propriedades antioxidantes e hidratantes. Ela pode ajudar a proteger a pele contra danos causados pelos radicais livres, reduzir a inflamação, promover a cicatrização de feridas e melhorar a aparência geral da pele. Além disso, a vitamina E pode ajudar a reduzir os sinais de envelhecimento, como rugas e linhas finas, mantendo a pele saudável e jovem.

Sistema Imunológico: A vitamina E desempenha um papel na função imunológica, ajudando a fortalecer as defesas do organismo contra infecções e doenças. Ela pode aumentar a atividade de células imunológicas, como os linfócitos T, que são responsáveis por identificar e destruir agentes patogénicos, como vírus e bactérias.

Saúde dos Olhos: Estudos sugerem que a vitamina E pode desempenhar um papel na saúde ocular, ajudando a proteger contra doenças oculares relacionadas com a idade, como degeneração macular e cataratas. Como antioxidante, ela pode ajudar a proteger as células dos olhos contra danos causados pela exposição à luz ultravioleta e aos radicais livres.

Combate à Infertilidade: O consumo de vitamina E pode ajudar a melhorar a qualidade do esperma, aumentando a motilidade dos espermatozoides nos homens. No caso das mulheres, os estudos existentes ainda não são conclusivos.

Melhoria da resistência e da força muscular: A suplementação com vitamina E pode proporcionar efeitos benéficos contra os danos do tecido oxidativo induzidos pelo exercício, o que pode aumentar a resistência e a força muscular, assim como acelerar a recuperação depois do treino.

A vitamina E pode ser obtida através da alimentação, sendo encontrada principalmente através dos óleos vegetais e nos frutos secos. Também pode ser obtida sob a forma de suplementos nutricional nas farmácias, lojas de produtos naturais ou lojas online como a SHAKER.

Conclusão

Em resumo, a vitamina E desempenha uma variedade de papéis importantes no corpo humano, desde a sua poderosa ação antioxidante até à contribuição para a saúde cardiovascular, pele, sistema imunológico e saúde dos olhos. É importante garantir uma ingestão adequada de vitamina E através de uma dieta equilibrada, rica em alimentos fontes de vitamina E, como nozes, sementes, óleos vegetais, folhas verdes escuras e grãos integrais. Em alguns casos, suplementos de vitamina E podem ser recomendados para responder às necessidades individuais, especialmente em pessoas com deficiência ou risco aumentado de doenças relacionadas com a vitamina E. 

A importância da vitamina D

Qual a Importância da Vitamina D?

A vitamina D é um nutriente essencial para o corpo humano, e a vitamina D3 é uma das formas em que ela pode ser encontrada.
A vitamina D desempenha diversos papéis importantes em muitas funções fisiológicas. Ela é única entre as vitaminas porque o corpo humano a pode produzir em resposta à exposição à luz solar, além de ser obtida através da dieta e da suplementação. Vamos explorar o que é a vitamina D e saber qual a sua importância para o nosso organismo.

Vitamina D
A vitamina D é uma vitamina lipossolúvel que desempenha um papel crucial em várias funções do corpo, incluindo a regulação do metabolismo de cálcio e fósforo, a saúde óssea, a função muscular, a saúde cardiovascular, a função imunológica e muito mais. A principal fonte de vitamina D para a maioria das pessoas é a exposição à luz solar, que desencadeia a produção de vitamina D na pele. No entanto, a vitamina D também pode ser obtida através da dieta, principalmente de alimentos como peixes gordurosos (salmão, atum, sardinha), gema de ovo, fígado e alimentos fortificados, como leite e cereais.

Vitamina D3
A vitamina D3, também conhecida como colecalciferol, é uma das formas de vitamina D que o corpo humano pode utilizar. Ela é produzida na pele em resposta à exposição à luz solar e também pode ser encontrada em alimentos de origem animal, como peixes gordurosos e fígado. A vitamina D3 é considerada a forma mais eficaz e biodisponível de vitamina D, sendo melhor absorvida e utilizada pelo corpo em comparação com outras formas, como a vitamina D2 (ergocalciferol), que é encontrada em alimentos de origem vegetal.

Absorção de Cálcio e Fósforo

A função mais conhecida da vitamina D é facilitar a absorção de cálcio e fósforo pelo intestino delgado. Esses minerais são essenciais para a saúde dos ossos e dentes, sendo fundamentais para a formação e manutenção da estrutura óssea. A vitamina D ajuda a regular os níveis de cálcio e fósforo no sangue, garantindo que estes minerais estejam disponíveis para o corpo quando necessário.

Saúde Óssea

A vitamina D desempenha um papel crucial na saúde óssea, ajudando a prevenir doenças como o raquitismo em crianças e a osteomalácia em adultos. Ela promove uma mineralização óssea adequada, fortalecendo os ossos e reduzindo o risco de fraturas e de osteoporose.

Função Muscular

A vitamina D é importante para uma função muscular adequada, ajudando a prevenir a fraqueza muscular e a reduzir o risco de quedas e lesões. Ela também pode desempenhar um papel na função cardíaca, regulando os batimentos cardíacos e a pressão arterial.

Saúde Imunológica

Estudos sugerem que a vitamina D desempenha um papel importante na regulação do sistema imunológico, ajudando a proteger contra infeções e doenças várias. Ela pode influenciar a resposta imunológica do corpo a agentes patogénicos, como vírus e bactérias, e a reduzir a inflamação.

Saúde Mental

Alguns estudos têm sugerido uma possível ligação entre baixos níveis de vitamina D e distúrbios do humor, como depressão e ansiedade. Embora a relação não seja totalmente compreendida, a vitamina D pode desempenhar um papel na regulação dos neurotransmissores no cérebro, afetando o humor e o bem-estar mental.

Saúde Cardiovascular

Pesquisas recentes sugerem que a vitamina D pode ter efeitos benéficos na saúde cardiovascular, ajudando a reduzir o risco de doenças cardíacas, pressão alta e acidente vascular cerebral. Ela pode desempenhar um papel na regulação da função vascular e na redução da inflamação, protegendo contra o desenvolvimento de condições cardiovasculares.

Importância da Vitamina D3
A vitamina D3 desempenha um papel fundamental na saúde óssea, ajudando a facilitar a absorção de cálcio e fósforo pelo intestino delgado e promovendo a mineralização óssea adequada. Ela também é importante para a função muscular, saúde cardiovascular, função imunológica e muito mais. A deficiência de vitamina D3 pode levar a problemas de saúde, como osteoporose, fraqueza muscular, maior risco de doenças cardiovasculares e comprometimento do sistema imunológico.
Em resumo, a vitamina D3 é uma forma importante de vitamina D que desempenha vários papéis vitais no corpo humano. Garantir uma exposição adequada à luz solar, juntamente com uma dieta equilibrada rica em fontes de vitamina D, é essencial para manter níveis adequados de vitamina D3 e promover uma boa saúde geral. Em alguns casos, suplementos de vitamina D3 podem ser recomendados para prevenir ou tratar a deficiência de vitamina D, especialmente em populações com menor exposição solar ou risco aumentado de deficiência. 

Conclusão

 A importância da vitamina D para a saúde é evidente, afetando uma variedade de funções fisiológicas vitais. A exposição adequada à luz solar, juntamente com uma dieta equilibrada e, se necessário, suplementação, são essenciais para garantir níveis adequados de vitamina D no organismo. Consulte um profissional de saúde para orientações sobre a melhor forma de obter e manter níveis adequados de vitamina D para a sua saúde e o seu bem-estar geral.

Não quero subscrever
Website 100% seguro
MARCAS
Alien8 (4)
ALRI (0)
Azora (1)
BeVego (0)
BSN (44)
CNP (7)
Evogen (7)
GAT (65)
GENR8 (0)
Himalaya (110)
Jell-O (0)
Mars (0)
Mayram (0)
MHP (14)
Minami (1)
Mutant (47)
Natrol (86)
NeoCell (23)
NOW Foods (1030)
Nutrend (96)
Nutrex (68)
Oatein (4)
Osavi (99)
PhD (0)
Pro Tan (29)
Redcon1 (129)
Revive (3)
RYSE (2)
SAN (2)
SciTec (345)
Solgar (0)
Swanson (677)
Weider (133)
Xtend (15)
Select the fields to be shown. Others will be hidden. Drag and drop to rearrange the order.
  • Image
  • SKU
  • Rating
  • Price
  • Stock
  • Availability
  • Add to cart
  • Description
  • Content
  • Weight
  • Dimensions
  • Additional information
  • Attributes
  • Custom attributes
  • Custom fields
Click outside to hide the compare bar
Comparar
Wishlist 0
Open wishlist page Continue shopping
Carrinho fechar